Viajes fantásticos

Aventuras y desventuras de la memoria, la razón o la mentira.

Monday, June 05, 2006

Tristeza não ten fim

Yo disfruto horrores

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

0 Comentarios:

Post a Comment

<< Home